Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto
Capital Brasileira do Agronegócio

ÁREA DE ATUAÇÃO

Ibaté

Ibaté, o desafio é crescer

No final do século 19, com o incremento da cultura do café na região de São Carlos, fazendeiros da região que tinham suas terras próximas à Estação Visconde do Pinhal, doaram as primeiras áreas para que fosse formado o que hoje é a cidade de Ibaté. Seu primeiro nome foi São João Batista da Lagoa, porque no leito da estrada, dizem os antigos moradores, a impressão visual que se tinha era de imensas lagoas secas, atualmente pouco visíveis em decorrência da urbanização.

Conhecida como “encanto do planalto” tem pouco mais de 32 mil habitantes e fica cerca de 30 quilômetros de duas importantes cidades do Estado: Araraquara e São Carlos, o que a torna uma espécie de cidade dormitório. Esta proximidade garante emprego urbano para a população. Cerca de mil pessoas viajam todos os dias para trabalhar.As mulheres, em sua maioria, como domésticas; e os homens, nas indústrias. O emprego local no corte de cana não é feito por moradores. Por ser sazonal, atrai cerca de 700 migrantes de Minas Gerais e da região nordeste, que chegam todos os anos no início da safra. A economia gira em torno do plantio e processamento da cana-de-açúcar, de uma concessionária de rodovias, de indústrias e do comércio.

Um grande outdoor na estrada chama a atenção dos possíveis investidores para as vantagens da localização, bem no centro do estado, vizinha de grandes centros, com custos de cidade pequena. A praça da matriz é o ponto de encontro. As ruas largas do centro não se estendem pelos bairros, 11 no total, sendo que apenas um ainda está sem asfalto. A rede de água, a coleta e tratamento de esgoto atendem 100% do município. O grande investimento feito pela atual administração foi na melhoria da infra-estrutura das áreas de educação, saúde e esportes.

Na área da saúde a prefeitura se orgulha de aplicar mais do que o exigido por lei, cerca de 30% do orçamento são destinado para este fim. Ainda está longe do ideal, mas a cidade é referência para as outras menores que encaminham seus pacientes para serem atendidos. São cinco, Programa de Saúde da Família (PSF), um ambulatório, uma unidade básica de saúde e um hospital cujas obras de ampliação estão sendo finalizadas. As escolas municipais, que atendem crianças da creche à quarta série, passaram por reformas, assim como o centro comunitário e o parque de esportes.

Neste, uma parceria entre a prefeitura e a fundação da ex-jogadora de basquete Karina garante atendimento diário a 450 crianças. Além da escolinha de basquete, existe também a de futebol, mas só freqüentam essas aulas aqueles que têm boas notas na escola. O parque esportivo é aberto à população nos finais de semana. A piscina, as quadras e o campo de futebol ficam lotados. Ibaté, desde o início deste ano, faz parte do Programa Educacional “Agronegócio na Escola”. São 200 alunos das Escolas Estaduais André Donatoni e Fúlvio Morgante que estão tendo a oportunidade de conhecer o agronegócio e o que ele representa para a cidade e para a região. Estão descobrindo carreiras profissionais nunca antes imaginadas.

Dados:
Cana-de-açúcar: 15.600 ha
Pastagem: 6.100 ha
Eucalipto: 6.200 ha
Laranja: 1350 ha
Milho: 300 ha
Suinocultura: 1.200 cabeças/ano
Pecuária: 6.000 cabeças

Fonte: Depto Municipal de Agricultura.

Novembro/2008

Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 870 - sala. 510 - Iguatemi Empresarial - Vila Golf - CEP. 14027-250 - Ribeirão Preto - SP
Fone/Fax: (16) 3623-2326 - abagrp@abagrp.org.br