Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto
Capital Brasileira do Agronegócio

ÁREA DE ATUAÇÃO

Ribeirão Corrente

Ribeirão Corrente: terra do melhor café

O café de Ribeirão Corrente sempre foi conhecido no porto de Santos por sua qualidade, resultante da combinação de clima, altitude e índice pluviométrico. Um orgulho que o atual prefeito, Ailton Montainheir, produtor de café, não deixou para trás. O prefeito, que está em sua primeira gestão, criou o slogan: Ribeirão Corrente “Terra do melhor café”. Mandou imprimir selos e por onde vai leva um pouco do orgulho da cidade.

Não sai para nenhuma reunião sem levar pelo menos um pacote de café torrado e moído artesanalmente. Nos ônibus da administração municipal, que transportam principalmente estudantes, a logomarca e o slogan criados pelo prefeito estão estampadas com grande destaque. A prefeitura incentiva que os produtores façam o mesmo, agregando valor ao café e à cidade deles. Ribeirão Corrente vive da agricultura. Com 4.018 moradores, sem nenhuma indústria e um comércio modesto, obtém cerca de 90% do seu orçamento no Fundo de Participação dos Municípios e no ICM, Imposto sobre Circulação de Mercadoria.

A mercadoria da cidade é a matéria prima que vem do campo: café, algodão, cana, milho, soja, arroz e alguns outros produtos em menor escala. A administração local se orgulha por Ribeirão Corrente estar entre as poucas cidades onde a população rural cresce. Passou de 21% para 23% no último censo, o que tem fomentado o emprego e a produção nas pequenas propriedades. Aliás, o campo é o grande empregador. Cerca de 200 moradores da cidade trabalham em Franca. O restante da população economicamente ativa, quase metade do total de moradores, trabalha em atividades agrícolas nas propriedades locais, a maioria pequenas e médias. Com um orçamento crescente, mas com despesas que não param de aumentar, a cidade investe boa parcela de seus recursos em educação, como forma de garantir um futuro melhor para seus moradores.

Com a municipalização do ensino, crianças desde a creche até a 8a série, estão sob responsabilidade direta da prefeitura. A intenção de ter um ensino de qualidade fez com que a cidade optasse por um projeto de uma rede educacional privada de Ribeirão Preto. A prefeitura continua oferecendo a escola e os professores, e agora também o material didático. Todo apostilado e com conteúdo diferenciado o material é fornecido gratuitamente a todos os alunos do ensino fundamental (1ª a 8ª série). O custo/beneficio está sendo sentido pelo interesse dos alunos com as mudanças. Até as quadras esportivas ficaram mais vazias. Os alunos agora estudam mais, seja na classe, nas aulas de reforço, ou no centro de informática onde estão disponíveis 20 computadores. Para os professores o material didático trouxe novos desafios que são vencidos nas atualizações periódicas feitas pelo convênio.

O básico a cidade tem: água encanada para toda a população, além de esgoto tratado, aterro sanitário, Unidade Básica de Saúde, creche, atendimento aos idosos... mas o que falta é diversão. A praça é o ponto de encontro, e desde o início do ano poderia ser cenário de filme. Uma vez por mês os moradores se reúnem para o cinema ao ar livre. Eles ainda não viram Cinema Paradiso, mas com certeza se sentiriam do outro lado da tela. Já assistiram, entre outros: O Auto da Compadecida e se preparam para as aventuras do Homem Aranha.

A população, que tem poucas oportunidades de conhecer outras realidades, espera ansiosa pelo dia do cinema. Assim como os 80 alunos das 3 classes de primeira série do ensino médio, esperam pelo dia de participar da visita oferecida pelo Programa Educacional “Agronegócio na Escola”. Ribeirão Corrente está entre as 20 cidades participantes do Programa, que oferece para os alunos a chance de conhecer o agronegócio na região e descobrir as oportunidades que ele oferece.


Dados:
Algodão - 129 ha/ 32.400 arrobas
Soja - 2.400 ha/ 108.000 sacas
Milho - 1.600 ha/ 112.000 sacas
Cana - 800 ha/ 98.000 ton.
Café - 4.150 ha/ 39.000 sacas

Setembro/2003

Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 870 - sala. 510 - Iguatemi Empresarial - Vila Golf - CEP. 14027-250 - Ribeirão Preto - SP
Fone/Fax: (16) 3623-2326 - abagrp@abagrp.org.br