Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto
Capital Brasileira do Agronegócio

ÁREA DE ATUAÇÃO

Terra Roxa

Terra Roxa: terra de talentos

Para desbravar a região onde hoje fica a cidade de Terra Roxa foi criada no início do século 20 a Companhia Agrícola-Pastoril do Baranhão. Em 1918, a Companhia Ferroviária São Paulo-Goiás inaugurou o trecho de ferrovia que ligava a pequena vila a São Paulo. A estação recebeu o nome de Terra Roxa devido à cor da terra, nome que batizou a vila, cuja fama de ter solo muito fértil atraiu muitos interessados e um grande loteamento foi iniciado. O núcleo urbano, com ruas planejadas, aos poucos foi adquirindo ares de cidade rodeada por grandes fazendas.

A abundância das colheitas de cereais e de café, devido à fertilidade da terra roxa, valorizava economicamente as terras que custavam mais caro do que as das imediações. A instalação do município aconteceu apenas em 1949. O reconhecimento do impulso dado pela agricultura no desenvolvimento local está no brasão da cidade, onde o café e o algodão são destaques. Hoje, com cerca de 7.700 habitantes, a agricultura continua tendo papel importante na geração de empregos e renda, mas com o predomínio da cana-de-açúcar. A maior indústria da cidade produz doces: goiaba, banana, abóbora e leite. São 30 toneladas por mês. Os proprietários são também produtores rurais. Produzem praticamente toda a matéria-prima da indústria.

O comércio é tímido, mas o prefeito, em seu terceiro mandato, é ousado e realizador. Os recursos são administrados por prioridades. A saúde é uma das principais. Segundo a Prefeitura, apesar de receber cerca de R$ 9 mil por mês para o setor, gasta cerca de R$ 70 mil. A cidade tem um hospital, um pronto-socorro, um centro de saúde e duas unidades básicas de saúde, equipados com centro de fisioterapia, radiologia, ultrasonografia, laboratório de análises clínicas e assistência psicológica. O centro odontológico funciona 10 horas por dia.

Tudo é gratuito, inclusive as próteses. A cidade tem ainda 5 ambulâncias, sendo que uma com equipamentos de UTI e um ônibus equipado para atuar preventivamente, principalmente nas escolas e na zona rural. Na área de infra-estrutura tudo é 100%: água encanada, iluminação pública, asfalto, coleta de lixo, inclusive seletiva e tratamento de esgoto. A inauguração de dois conjuntos habitacionais com quase 500 residências fez com que a cidade crescesse para longe do centro, onde estão as escolas e o comércio. A solução foi criar o transporte coletivo: um ônibus faz todo o percurso da cidade, dia e noite, sem cobrança de tarifa. Educação, cultura e esportes andam lado a lado em Terra Roxa.

Toda estrutura física e humana para o desenvolvimento dos jovens vem sendo aprimorada na cidade. A educação conta com a parceria de um sistema de ensino privado, que já atende alunos até a quinta série, e está sendo ampliado ano a ano até atender todos os alunos do ensino fundamental. A cidade já se inscreveu para o Fundeb, do Ministério da Educação. Se tudo der certo, a intenção é levar o método para o ensino médio também. A biblioteca municipal, recém inaugurada, as salas de áudio visual e informática complementam o trabalho realizado nas escolas. Paralelamente o esporte é outro fator de desenvolvimento. Cinco quadras cobertas atendem alunos e a comunidade.

A cidade é tetracampeã regional de damas, no futebol já foi vice-campeã da Taça São Paulo em 2003. No vôlei é vice-campeã juvenil, e no karatê é bicampeã paulista com o jovem Ivan Carlos dos Santos, que começou treinando na escola e hoje é um dos destaques ao lado do professor Maurício Inamônico, atual campeão paulista adulto. Só treina e disputa os campeonatos quem vai bem na escola. Na cultura o destaque fica para o Teatro Municipal, com 400 lugares, que serve também como sala de cinema, e centro cultural e profissionalizante, que abriga ainda a mini sinfônica municipal. Cerca de 50 crianças estudam música, com destaque para o violino, violoncelo e flauta. Os planos não param na cidade. Mais duas quadras esportivas serão cobertas. A cidade pensa em uma parceria com um time profissional de futebol, para encaminhar os seus craques. A Escola Agrícola já tem área comprada, afinal Terra Roxa sabe que é do campo que depende seu crescimento.


Dados:
Propriedades rurais ............ 361
Cana-de-açúcar ....... 20.400 ha
Laranja ................... 300 mil pés
Goiaba ..................... 7.390 pés
Seringueira ...... 15.600 árvores
Soja .............................. 200 ha

Fonte: Prefeitura de Terra Roxa.


Julho/2005

Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 870 - sala. 510 - Iguatemi Empresarial - Vila Golf - CEP. 14027-250 - Ribeirão Preto - SP
Fone/Fax: (16) 3623-2326 - abagrp@abagrp.org.br