Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto
Capital Brasileira do Agronegócio

NOTÍCIAS

21 Julho 2016

Produtores Rurais, Usinas e a ABAG/RP ampliam a Campanha contra os incêndios no campo em 2016

A Campanha de Conscientização, Prevenção e Combate aos Incêndios foi concebida em 2014, ano marcado por forte estiagem e aumento dos focos de incêndios. Quase 5 mil ocorrências de fogo trouxeram grandes prejuízos para o meio ambiente e para o setor produtivo.

Colocada em prática em 2015, a Campanha usou a comunicação e a educação para conscientizar e incentivar a adoção de atitudes que evitassem os incêndios, e ao mesmo tempo mostrassem para a sociedade que eles são tão prejudiciais para o campo quanto para a cidade.

Em 2016 a Campanha foi relançada com mais força. Nesta edição ela extrapola a região de Ribeirão Preto e alcança, com a adesão da Orplana, as principais regiões produtoras de cana-de-açúcar de São Paulo e de mais quatro estados: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

São quase dois milhões de hectares cultivados por 16 mil produtores independentes, e por grupos empresariais do setor sucroenergético.

O gestor executivo da Orplana, Celso Albano de Carvalho, se mostrou confiante quanto o envolvimento das associações de fornecedores. Elas serão positivamente provocadas a buscar em suas regiões os resultados obtidos na de Ribeirão Preto. Um bom exemplo a ser seguido é o da Socicana, de Guariba, e da Canaoeste, de Sertãozinho, que em 2015 multiplicaram as ações de prevenção e educação, levando a mensagem tanto para os seus produtores associados quanto para a comunidade. Bruno Rangel, presidente da Socicana, reassumiu o compromisso de fazer ainda mais em 2016.

A iniciativa ganha força em um ano em que as autoridades alertam que o número de focos de incêndios é ainda mais preocupante. 2015 foi um ano de relativa tranquilidade, devido ao clima e a atitudes mais conscientes. Já 2016 está mais seco, os incêndios são recordes e as chuvas devem começar mais tarde. De 1º de janeiro até 30 de junho, o INPE registrou em São Paulo 998 focos, um aumento de 83% em relação ao mesmo período de 2015. Número este também acima dos registrados em 2010 e 2014, anos marcados por seca e muitos episódios de incêndios.

No lançamento, nesta quinta-feira, o gerente regional da Cetesb, em Ribeirão Preto, Marco Artuzo, disse que apesar de o Estado estar registrando recordes de incêndios, a região de Ribeirão Preto não está. Ele acredita que isto é resultado da Campanha de Conscientização e também da maior integração do setor produtivo, que trabalha em sintonia na prevenção e nas ações de combate. Artuzo é presidente da Câmara Setorial Sucroalcooleira do Estado de São Paulo, e vai propor que o exemplo seja seguido por outras regiões.

O presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan lembrou que o prazo do acordo que permite queimar cana está chegando ao fim. Para ele a Campanha ajuda a acabar com a pecha de que o produtor rural é criminoso, constantemente acusado de atear fogo no campo, principalmente em cana. Ressaltou que os incêndios também acontecem de forma natural, acidental e criminosa, e que independentemente da causa, não interessam a ninguém. Ortolan enfatizou que a Campanha articulada pela ABAG/RP conseguiu aproximar aqueles que se viam como “inimigos”: órgãos públicos, como Cetesb; Ministério Público; Polícia Ambiental; produtores rurais; e usinas, promovendo a comunicação e a integração entre todos.

O coordenador de Meio Ambiente do Grupo São Martinho, Vitor Morilha, destacou que as ações de educação e integração, desenvolvidas nesta inciativa, deram visibilidade ao trabalho de prevenção que já era realizado por produtores e usinas. Mais do que isto, foi ampliada a rede de comunicação entre as próprias usinas, entre elas e os produtores, e o meio urbano, o que tem agilizado a identificação e o combate aos incêndios, diminuindo prejuízos econômicos e ambientais.

Neste segundo ano a Campanha continua focada na prevenção e conscientização de todos, inclusive dos produtores rurais. Mas o importante, disse o diretor da ABAG/RP, Marcos Matos, é que esta não é uma ação exclusivamente voltada à “cana-de-açúcar”. É uma iniciativa que previne incêndios em florestas, áreas de preservação permanente e até nas cidades, cada vez mais próximas do campo. É uma Campanha que pode ser replicada por produtores de todas as culturas.

É dever de todos prevenir os incêndios, visto que muitos começam por ações impensadas do homem, como um descuido ao descartar o lixo, ou uma simples bituca de cigarro atirada no chão, sem falar de atitudes intencionais e criminosas. Consciência e responsabilidade são, mesmo, a melhor prevenção.

Campanha de Conscientização, Prevenção e Combate aos Incêndios 2015 em números

O tema “incêndios” virou assunto para professores, alunos, trabalhadores e moradores das pequenas e grandes cidades. Palestras foram realizadas pelos parceiros em escolas, clubes de serviço, indústrias e agroindústrias. Foram distribuídas 85 mil cartilhas.

Na região foram instalados 118 outdoors, 121 placas de estrada, além de 53 busdoors.

Nas emissoras de rádio e televisão foram veiculados, durante três meses, comerciais institucionais, atingindo mais de 3,5 milhões de pessoas.

Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 870 - sala. 510 - Iguatemi Empresarial - Vila Golf - CEP. 14027-250 - Ribeirão Preto - SP
Fone/Fax: (16) 3623-2326 - abagrp@abagrp.org.br